PRF atualiza plano de contingência de enfrentamento à Covid-19




A Portaria adequa a gestão da crise às realidades regionais e prepara o ambiente para a retomada gradual da rotina da instituição


A Polícia Rodoviária Federal (PRF) publicou,na semana passada, Portaria nº 186 que atualiza a estrutura de governança de crise e o estabelecimento do plano de contingência para o enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional, decorrente do novo coronavírus  (Covid-19).
A PRF tem realizado o acompanhamento diário do cenário da crise, desde o seu início e, com o avanço deste monitoramento, foram observados distintos cenários em estados e municípios. A estratégia institucional objetiva permitir que a superintendência aplique medidas mais adequadas ao cenário local e acompanhe de forma dinâmica as eventuais mudanças.
Tal estratégia, aliada à redução do grau de severidade da crise de laranja para amarelo, permitiu o restabelecimento dentre outros institutos, da Instrução Normativa nº 99 de 2017, que dispõe sobre regime de escala de plantão, jornada de trabalho e compensação de horas no âmbito da Polícia Rodoviária Federal.
Além do retorno da IN 99, a Portaria nº 186 restabelece os institutos da Educação Física – EFI e da Licença Capacitação, que terão sua concessão avaliada pelo superintendente, que buscará aliar as necessidades de pleno atendimento à sociedade no contexto da pandemia aos direitos dos servidores.
Também, caberá ao gestor regional avaliar a conveniência e oportunidade da manutenção do trabalho remoto, observados de critérios de suscetibilidade aos sintomas mais graves do Covid-19, e o retorno do atendimento presencial ao público.
A Portaria nº 186 também reforça a importância do modelo de governança multinível em rede durante a crise e reafirma as competências do Gabinete de Gerenciamento de Crise, responsável pela articulação da ação institucional e pelo assessoramento ao Diretor-Geral sobre a consciência situacional em questões decorrentes da pandemia.
Assim como na portaria anterior, as medidas previstas na Portaria nº 186 são excepcionais e visam a resguardar a contínua e ininterrupta prestação dos serviços essenciais e estratégicos da PRF, indispensáveis ao atendimento das necessidades da população. Desse modo, a Portaria prevê as diretrizes que irão balizar a tomada de decisão dos gestores regionais, levando em consideração a realidade local
Clique AQUI  e confira na íntegra a Portaria nº 186 e o Plano de Contingência.
Atenção ao servidor – Durante toda a gestão da crise, a PRF tem dispensado total atenção à saúde de seus servidores da ativa e veteranos. As medidas adotadas para a proteção do efetivo vão desde a distribuição de equipamentos de proteção individual à testagem para a Covid-19, passando pela disponibilização de atendimento médico e psicológico.
O Grupo de Referência em Incidente Crítico de Saúde Organizacional (GRICS) da PRF realizou 3.757 atendimentos e 647 apoios psicológicos de março a junho. O GRICS também prestou apoio a 4.717 servidores aposentados.

Em todo o Brasil, 1.318 testes rápidos foram realizados. Com a Portaria nº 186, toda a estrutura de atendimento ao servidor permanecerá mobilizada, o que se traduz na continuidade do apoio médico, psicológico e testagens para a segurança dos servidores da PRF.
  
 

Nenhum comentário

Deixe aqui seu comentário.

Observação: Você é responsável pelo seu comentário.


Compartilhe o Blog: Paulodesouza.digital