Ricardo Salles propõe meta para proteger apenas 0,07% da Amazônia




O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, propôs reduzir a meta de proteção ambiental no Brasil, aponta o jornal O Estado de S.Paulo e do Antagonista.

O Plano Plurianual (PPA) do governo prevê reduzir o desmatamento e os incêndios ilegais em 90% em todo o Brasil até 2023, mas a equipe de Salles propôs desconsiderar essa meta, em troca da garantia de preservação de apenas uma área específica de 390 mil hectares de vegetação nativa na Amazônia.

A nota técnica do Ministério da Economia obtida pelo Estadão destaca: “tem-se que a meta proposta para o combate ao desmatamento e incêndio florestal no País objetiva proteger 0,07% da cobertura florestal amazônica com um projeto piloto de pagamento de serviços ambientais da floresta. Dessa maneira, acreditamos que o Programa Floresta+ é relevante, porém insuficiente”.


Politica Livre

Nenhum comentário

Deixe aqui seu comentário.

Observação: Você é responsável pelo seu comentário.


Compartilhe o Blog: Paulodesouza.digital