Candidatos a prefeitos e vereadores da região Oeste que receberam auxilio emergencial tem nomes revelados pelo tribunal de contas




O Tribunal de Contas da União (TCU) divulgou a relação de candidatos a prefeitos, vice-prefeitos e vereadores que embora tenham declarado patrimônio milionário, receberam indevidamente o Auxílio Emergencial do Governo Federal.


No Oeste da Bahia candidatos de Baianópolis, Barreiras, Brejolândia, Cocos, Cotegipe, Formosa do Rio Preto, Luís Eduardo Magalhães, Riachão das Neves e Santana aparecem na lista do TCU, entre eles: Corcino Gomes da Silva, candidato a vice-prefeito de Baianópolis, que declarou renda de R$ 2.005.000,00 e recebeu R$ 2.400,00 de Auxílio Emergencial.

Em Barreiras dois candidatos a vereador aparecem como recebedores do Auxílio Emergencial. Orlando José Vilaça Filho, com patrimônio declarado de R$ 1.900.000,00 e Fábio Araújo Novais, com patrimônio de R$ 1.220.000,00.
Em Brejolândia o TCU identificou irregularidades relativas ao candidato a vereador Milton Alves Rocha, que tem como patrimônio declarado R$ 1.662.500,00 e também recebeu indevidamente o auxílio do Governo Federal.
Já o candidato a vice-prefeito por Cocos, Demócrito Silva Trindade Filho, que declarou patrimônio de R$ 1.630.000,00, também se beneficiou do Auxílio Emergencial. Já em Cotegipe, o candidato a vereador Jorliton Santana, que tem patrimônio declarado de R$ 1.292.000,00, também aparece na lista do TCU.

O candidato a vereador por Formosa do Rio Preto, Areolino Augusto de Araújo da Silva Júnior, dono de um patrimônio de R$ 1.445.000,00, recebeu indevidamente R$ 1.800,00 de Auxílio Emergencial.

Luís Eduardo Magalhães é a cidade do Oeste da Bahia com maior número de candidatos a vereador flagrados pelo TCU. Nelson Meire Ferraz Filho, com patrimônio declarado de R$ 1.480.000,00, Lourival Vaz Porto, patrimônio de R$ 1.229.050,00, Célia Silva Saraiva Santos, patrimônio de R$ 1.097.248,91 e Sônia Cristina Café do Nascimento, patrimôniode R$ 2.188.000,00.

Riachão das Neves também aparece na lista do TCU. O candidato a vereador Abdiel Pereira Serpa, que apresentou o patrimônio de R$ 2.135.000,00, também recebeu o Auxílio Emergencial. Fechando a lista de irregularidades nos município do Oeste, aparece o candidato a vereador por Santana, Robério Batista Sampaio, com patrimônio de R$ 1.005.000,00 e que também teria recebido indevidamente o auxílio do Governo Federal.

Segue abaixo a relação de todos os candidatos da Bahia que fizeram o uso indevido do Auxílio Emergencial.

Fonte jornal nova fronteira

Nenhum comentário

Deixe aqui seu comentário.

Observação: Você é responsável pelo seu comentário.


Compartilhe o Blog: Paulodesouza.digital