PARCEIROS



LEM sedia o maior evento da soja do país





Luís Eduardo Magalhães sediou nessa quinta-feira (04), a Abertura Nacional da Colheita da Soja – Safra 2020/2021, promovido pela Aprosoja Brasil e Canal Rural.  Com a expectativa de uma safra recorde, ultrapassando os 130 milhões de toneladas, a sede da Fundação Bahia reuniu sojicultores de todos os cantos do país e autoridades do Estado. 






O prefeito Júnior Marabá e o vice-prefeito Filipe Fernandes, anfitriões do encontro, comemoraram a escolha do município. 


“Gostaria de agradecer a Aprosoja por ter escolhido Luís Eduardo Magalhaes para sediar esse evento de abertura da colheita de soja de todo o nosso país. Agradecer em nome do presidente estadual, Alan Juliani”, pontuou Júnior. 


“Ficamos muito honrados desse evento ser em Luís Eduardo. Sabemos da grande importância que a soja tem no nosso município”, destacou Filipe. 


O diretor de Agricultura, Kenni Henke falou da importância dos temas discutidos. “Destacando a produtividade, almejando novos resultados, buscando novas tecnologias para a soja e toda a agricultura que engloba o nosso Oeste da Bahia”.


Para o presidente da Associação de Irrigantes e Agricultores da Bahia (Aiba), Odacil Ranzi, esse é um momento ímpar. “Nós estamos aqui assistindo algo maravilhoso e só temos que agradecer a Deus por essa oportunidade de mostrar a pujança do nosso município”. 


*Cenário nacional*

“O ano passado nós chegamos a um protagonismo mundial de maior produtor de soja, com 125 milhões de toneladas. Esse ano iremos chegar a 130 milhões de toneladas, talvez mais um pouco, e mais uma vez seremos o maior produtor do planeta. O Brasil é a vitrine mundial da soja”, disse o presidente da Aprosoja Brasil, Bartolomeu Braz. 


*Na Bahia* 

Principal produto da pauta de exportação brasileira, na Bahia, a soja já representa 30% das exportações. E os produtores baianos estão otimistas. 


“Se o clima colaborar com a gente, nós vamos ter uma safra muito próxima da nossa melhor safra, que foi a de 2018. Vamos colher em torno de 6,7 milhões de toneladas e a expectativa é muito boa”, pontuou Alan Juliani, presidente da Aprosoja Bahia. 


Segundo o secretário de Agricultura da Bahia, Lucas Costa, Luís Eduardo é de suma importância para o agronegócio baiano.  “Vimos o quando o IDH [Índice de Desenvolvimento Humano] melhorou na medida em que o agronegócio avança, e avança muito forte aqui. É uma pena a Bahia Farm Show ter sido cancelada, mas com total coerência, devido a pandemia. Mas com certeza vamos estar sempre do lado do produtor e do lado da cidade de Luís Eduardo, porque é aqui que o agronegócio acontece”.

Nenhum comentário

Deixe aqui seu comentário.

Observação: Você é responsável pelo seu comentário.


Compartilhe o Blog: Paulodesouza.digital