PARCEIROS



Sistema imunológico de mulheres pode ser mais eficiente contra covid

Pesquisa da USP tenta explicar porque homens morrem mais da doença



O sistema imunológico das mulheres pode ser mais eficiente contra o coronavírus que o dos homens. Segundo uma pesquisa do Instituto de Ciências Biomédicas da USP, essa é uma das possibilidades que pode explicar porque a taxa de mortalidade da covid-19 é menor entre as mulheres.

Os cientistas analisaram os dados genômicos presentes em bancos de dados internacionais e observaram que o sistema imunológico feminino produz uma resposta mais regulada, semelhante a de pacientes jovens, e que essa resposta ajudaria a ter desfechos clínicos menos graves.

Já os homens teriam um perfil genético que se assemelha mais ao dos idosos.

O estudo mostra que um dos diferenciais das mulheres está na capacidade delas em regular melhor o gene chamado IL-1Beta, que tem papel central em ativar processos inflamatórios. Só que a ativação em excesso pode causar reações muito fortes contra o próprio corpo da pessoa, o que levaria aos quadros mais graves de covid.

Otávio Marques professor do Instituto de Ciências Biomédicas comparou essa habilidade como um melhor controle do freio e do acelerador de um carro.

Além da IL-1Beta, o estudo mostrou que as mulheres também tem um controle melhor na ativação de outro gene que também promove inflamações, o CXCL8. O achado foi divulgado em novembro do ano passado e pode ajudar no desenvolvimento de novos tratamentos para covid-19.


Por Eliane Gonçalves - Repórter da Rádio Nacional - São Paulo
Edição: Roberto Piza/ Sumaia Villela



Nenhum comentário

Deixe aqui seu comentário.

Observação: Você é responsável pelo seu comentário.


Compartilhe o Blog: Paulodesouza.digital