Universidades atestam segurança e auditabilidade das urnas eletrônicas; VEJA OS DETALHES

Estudos foram realizados nos códigos-fonte das urnas modelo 2020


O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informou nesta quinta-feira (25) que três universidades entregaram relatórios que atestam a segurança e a auditabilidade do sistema eletrônico de votação.

As conclusões foram feitas por especialistas da USP - Universidade de São Paulo, da Unicamp - Universidade Estadual de Campinas e da UFPE - Universidade Federal de Pernambuco.

Os estudos foram realizados nos códigos-fonte das urnas modelo 2020, que serão usadas pela primeira vez no pleito de outubro.

A sugestão para testagem dos novos equipamentos foi feita pelo Ministério da Defesa e as Forças Armadas.

Segundo o TSE, as instituições foram "unânimes e categóricas em atestar a segurança do sistema e dos equipamentos que compõem a urna eletrônica.

A íntegra dos relatórios está no site do TSE.

Com informações da Agência Brasil, Beatriz Arcoverde da Radioagência Nacional.
Edição: Agência Brasil

ANUNCIE AQUI