Torcedor do Flamengo que assediou repórter da ESPN antes de jogo sofre duro castigo




Durante a cobertura dos bastidores da partida entre Flamengo e Vélez Sarsfield (Argentina) pelas semifinais da Libertadores, a jornalista Jéssica Dias, dos canais ESPN Brasil, foi vítima de importunação sexual cometida por um torcedor rubro-negro.


Marcelo Benevides Silva foi preso em flagrante e conduzido à presença de um Juiz de Direito em uma audiência de custódia.


A decisão foi proferida pelo juiz Antônio Aurélio, do Juizado Especial Criminal do Torcedor e dos Grandes Eventos.


Nesta quinta-feira, o torcedor foi encaminhado para uma das unidades da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap), sendo submetido a uma nova audiência. 

A depender da decisão, poderá ser transferido para um presídio.


Entenda o caso

A jornalista Jéssica Dias participava de um link ao vivo para detalhar o clima dos torcedores antes do jogo quando foi surpreendida pelo torcedor, que lhe deu um beijo no rosto sem autorização.


Imediatamente, a transmissão retornou aos estúdios da ESPN Brasil. Em nota, o Flamengo repudiou a conduta protagonizada pelo rubro-negro.

“O Clube de Regatas do Flamengo repudia o assédio cometido por um torcedor rubro-negro com a jornalista da ESPN Jéssica Dias durante reportagem antes da partida desta noite.


É lamentável que atos repugnantes como este, que não representam a Nação Rubro-Negra, ainda aconteçam”, publicou o clube por meio de uma nota nas redes sociais.

Dentro de campo, o Flamengo aplicou mais uma vitória sobre o Vélez Sarsfield, desta vez pelo placar de 2 a 1.


Agora, o time encara o Athletico-PR na final em jogo único, que acontece no próximo dia 29 de outubro em Guayaquil, no Equador.


G1.
Blog do Paulo de Souza

ANUNCIE AQUI