Homem acusado de importunação sexual no Hospital do Oeste foi liberado pelo delegado




Em relato histórico da Polícia Militar na delegacia, registrado no sistema de Procedimentos Policiais Eletrônicos (PPE), consta que o acusado, um auxiliar de farmácia de 24 anos, tentou se debruçar sobre o corpo da vítima, por volta das 4 horas e 40 minutos da madrugada de segunda-feira (14), por imaginar que ela estivesse dormindo. 

Diante do ocorrido, uma técnica de enfermagem e a equipe policial de plantão do hospital, identificaram o suspeito e o encaminharam para a delegacia de polícia.


O denunciado foi ouvido na 1ª Delegacia Territorial de Barreiras, porém foi liberado, segundo o delegado Dr. José Romero, por ausência de comprovação da tipicidade do crime de importunação sexual, que estava sendo delatado na ocasião. 

“Obtivemos a informação de que o rapaz apenas entrou no leito dela, onde a mesma está de resguardo, a qual terminou se assustando com a presença dele”, explicou.

Para tirar conclusões concretas do caso, Romero falou da necessidade de colher depoimentos de quem estava trabalhando no horário do fato, e também da vítima, que ainda não possui condições de ser ouvida por estar no período de pós-parto, no leito do hospital.

Ainda de acordo com o delegado, comenta-se que, o rapaz acusado pode está enfrentando distúrbios ou perturbações psicológicas, porque mataram seu irmão recentemente e isso tem mexido bastante com seu lado emocional. 

“Porque foi algo estranho ele entrar no leito dela e nesse horário. Inclusive, ele declarou que trabalha no hospital, mas eu não tenho dados concretos que comprovem o vínculo de trabalho dele com o HO.
Por sua vez, a direção do hospital emitiu uma nota a imprensa.

Veja o resumo:

"A diretoria do Hospital do Oeste está apurando o caso de uma denúncia de importunação sexual feita por uma paciente que estava sendo assistida na unidade. 

O profissional envolvido foi afastado temporariamente até que a apuração seja finalizada. 

Ressaltamos ainda que o Hospital do Oeste vem prestando às autoridades todas as informações para a elucidação do caso."

Fonte - Reportagem Salomão Correria.
Blog do Paulo de Souza 

ANUNCIE AQUI