Militar da FAB morre após levar tiro na cabeça no Ministério da Defesa, em Brasília; caso é tratado como homicídio

Crime ocorreu na manhã deste sábado (19), no anexo da pasta. Vítima, Kauan Jesus da Cunha Duarte, tinha 19 anos.

Polícia Civil no anexo do Ministério da Defesa, em Brasília — Foto: TV Globo/Reprodução.

Um militar da Força Aérea Brasileira (FAB) morreu, neste sábado (19), após ser atingido por um tiro na cabeça no anexo do Ministério da Defesa, em Brasília. O caso foi registrado na Polícia Civil como homicídio.


De acordo com o boletim de ocorrência, a vítima foi identificada como Kauan Jesus da Cunha Duarte, de 19 anos. 

O suspeito, segundo o documento, é Felipe de Carvalho Sales, também de 19 anos.


A Polícia Civil, no entanto, não informou se alguém foi preso pelo homicídio. De acordo com a corporação, por se tratar de "um crime militar", a investigação será conduzida pela FAB.


Em nota, o Ministério da Defesa disse que o caso ocorreu no "alojamento da guarda" e lamentou o "incidente ocorrido". A pasta afirmou ainda que "acompanha a apuração e a investigação dos fatos".







ANUNCIE AQUI