Publicidade

 

https://picasion.com/




Oeste da Bahia e Vale do São Francisco registram temperaturas próximas de 40°C; onda de calor pode continuar até outubro

Oeste baiano está há mais de 120 dias sem ocorrências de chuva, o que é considerado normal, também por causa do período seco da região.
A região oeste da Bahia e o Vale do São Francisco têm registrado temperaturas próximas de 40°C nesta semana. A informação foi revelada ao g1, nesta quarta-feira (23), pela meteorologista Cláudia Valéria, do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).


“Desde segunda-feira a gente está com as temperaturas elevadas, isso vai se estender por toda a semana. A previsão é de que o estado como um todo tenha uma semana bastante quente e seca, mas de uma forma mais intensa na região oeste e no Vale do São Francisco”, contou a meteorologista.


“Nessa região, no decorrer desta semana, podemos ter valores aí nas casas dos 40° C de temperatura, associados à baixa umidade relativa do ar”.
Segundo Cláudia Valéria, é comum a região registrar temperaturas elevadas, neste período do ano, principalmente no mês de setembro.

"Muitas vezes acontece de serem registradas até a primeira quinzena de outubro, porque é o final do período seco na região”, explicou.

De acordo com a meteorologista, o oeste baiano está há mais de 120 dias sem ocorrências de chuva, o que é considerado normal, também por causa do período seco da região.

“Sempre no final do período seco, a gente tem essas elevações de temperaturas, com uma massa de ar mais seca, que prevalecerá nessa semana. Acaba elevando mais do que é normal para a região, ficando mais quente e com baixa umidade relativa do ar”, apontou Claudia Valéria, que informou ainda que se tratam de situações recorrentes, anualmente, nessa região, durante esse período do ano.
A maior temperatura registrada, onde o Instituto Nacional de Meteorologia tem pontos de coletas de dados na Bahia, nesta semana, foi em Formosa do Rio Preto, com 39,7° C na terça-feira (22). Um dia antes, o município chegou a 39,6° C. Por conta do calor na região, a prefeitura tem feito constantes trabalhos de combate, prevenção e monitoramento dos focos de incêndio. Entre as ações estão a construção de aceiros, que são "faixas de terra ao longo de divisas, cercas e áreas de vegetação nativa livres de vegetação".

Também na segunda-feira (21), conforme Cláudia Valéria, Ibotirama, cidade que também fica no oeste do estado, registrou 38,7° C.

“Essas temperaturas entre 37 e 39 estão sendo frequentes na região oeste e Vale do São Francisco baiano”, avaliou.


Veja abaixo algumas das maiores temperaturas registradas até as 15h de terça-feira (22) pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet):


🌡️ Bom Jesus do Piauí (PI): 40,0°C


🌡️ Pium (TO): 39,9°C


🌡️ São Miguel do Araguaia (GO): 39,8°C


🌡️ Santa Rosa do Tocantins (TO): 39,7°C


🌡️ Formosa do Rio Preto (BA): 39,7°C

O meteorologista Fábio Luengo, da Climatempo, diz que a grande massa de ar quente e seco que está sob o Brasil eleva as temperaturas em todas as regiões do país e alerta que esse calor excepcional é resultado da combinação da influência do El Niño, fenômeno que aquece as águas do Pacífico Equatorial, juntamente com as mudanças climáticas globais.



Fonte:G1