Sindsemb solicita adotação de medidas de segurança aos servidores da saúde de Bar






A Diretoria do Sindsemb, a assessora jurídica Dra. Michele Sell e a servidora Madalena Matos representando os servidores da saúde se reuniram na manhã de quarta-feira, 08 de julho, com o secretário de saúde, Anderson Vian e equipe, para tratar de demandas relacionadas a segurança laboral dos profissionais de saúde que estão na linha de frente no combate ao Covid-19 no município de Barreiras.

Na pauta do encontro, a 1ª secretária Janaína de Carvalho apresentou ao secretário Anderson um relatório anexado as inúmeras denúncias protocoladas por meio da Ouvidoria Sindsemb e encaminhou as demandas sindicais, principalmente relacionada ao percentual de insalubridade e os EPI´s fornecidos as equipes médica, enfermagem, atendimento das unidades de saúde e Hospital Eurico Dutra, tanto no quesito distribuição quanto a baixa qualidade especificada pelos servidores da saúde.

"Estávamos solicitando esse diálogo já algum tempo, porque precisamos dessa abertura e entendimento com a Secretaria de Saúde, entendendo que precisamos agir em conjunto para melhorar a segurança dos nossos servidores da saúde. Fizemos a exposição ao secretário Anderson sobre o déficit de servidores nas unidades, o percentual de insalubridade, a baixa qualidade dos EPI´s e reaproveitamento indevido conforme denúncias recebidas. Foi um encontro proveitoso, e esperamos excelentes resultados das nossas tratativas que ficaram de ser averiguadas e sanadas", disse Janaína de Carvalho.

A assessora jurídica Dra. Michele Sell ressaltou que esse encontro abre mais uma vez a oportunidade de proporcionar mais qualidade e segurança aos servidores da saúde, dentro dos protocolos da OMS e também atendendo a solicitação do Ministério Público do Trabalho-MPT.

"Nosso objetivo é proporcionar uma ampla discussão e levar alguns ajustes até o secretário de saúde, para que sejam tomadas todas medidas protetivas para os profissionais de saúde. Estamos acompanhando as denúncias, os relatos e fotos dos materiais distribuídos, e nesse pico da pandemia, muitos servidores estão ainda apreensivos. Então solicitamos por ofício e agora pessoalmente, que sejam minimizadas todas essas denúncias, seguindo os protocolos do Ministério da Saúde, OMS e também do Ministério Público do Trabalho", ressaltou Dra. Michele.


Ascom/Sindsemb
blog-paulodesouza.digital

Nenhum comentário

Deixe aqui seu comentário.

Observação: Você é responsável pelo seu comentário.


Compartilhe o Blog: Paulodesouza.digital