'Sobreviver foi um milagre', diz libanês que viu de perto a explosão em Beirute; veja outros relatos



Uma explosão na região portuária de Beirute deixou mais de 150 mortos e mais de seis mil feridos na terça-feira (4). E o Fantástico conversou com pessoas que viram de perto a catástrofe. A suspeita é que a mega explosão tenha partido de um armazém que guardava nitrato de amônio.


Uma das pessoas que falou com o Fantástico foi o Alfred. Ele é filho de brasileira com libanês. O apartamento dele fica a um quilômetro do porto em linha reta e ficou completamente destruído. Ele foi levado ao hospital e passou por uma cirurgia exatamente pra fechar um corte de ponta a ponta da garganta que foi causado pelos vidros que explodiram. Foram 60 pontos no pescoço. “Toda cabeça aberta, sangue, tem pontos na cabeça, pontos em toda a garganta”, conta. Para Alfred, sobreviver foi um milagre.


O impacto da explosão foi sentido num raio de dez quilômetros. A região do porto virou terra arrasada.


O paraense Sayd trabalha como cirurgião plástico no Líbano. “Em caso de guerra, é muito queimado, vê bastante trauma também causado por arma química. Essa foi uma situação mais ou menos parecida”, diz.

Fonte - fantástico - globo

Nenhum comentário

Deixe aqui seu comentário.

Observação: Você é responsável pelo seu comentário.


Compartilhe o Blog: Paulodesouza.digital