PARCEIROS


Covid-19: governador da Bahia anuncia que estado terá 5 mil salas e mais de 50 mil profissionais de saúde na vacinação






Rui Costa anunciou que 50 mil profissionais da saúde atuarão na imunização do estado — Foto: Reprodução/Instagram



O governador Rui Costa anunciou nesta sexta-feira (15), através das redes sociais, que a Bahia terá mais de 5 mil salas de vacina e 50 mil profissionais de saúde envolvidos na operação da imunização contra a Covid-19. A previsão é de que a vacinação comece na manhã da próxima quarta-feira (20).


"Só falta a vacina chegar para iniciarmos a vacinação nos 417 municípios", disse o governador na postagem.


Segundo o governo do estado, a operação terá início com a distribuição de 10,2 milhões de seringas e agulhas que já estão em estoque na Bahia.


Ainda de acordo com a administração estadual, outros 19,8 milhões de seringas e agulhas foram comprados pela Secretaria Estadual da Saúde, para a vacinação após as 4 primeiras fases estabelecidas pelo Ministério da Saúde.




Vacinação em Salvador




Bruno Reis anunciou início da vacinação contra a Covid-19, em Salvador — Foto: Reprodução/TV Bahia



O prefeito de Salvador, Bruno Reis, anunciou no início da tarde de quinta-feira (14), após reunião com ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, que a vacinação contra a Covid-19 na capital baiana deverá ser iniciada ás 10h de 20 de janeiro.


O plano de imunização em Salvador terá quatro etapas. Na primeira, o público alvo é composto por:



Trabalhadores da Saúde;
População idosa com 75 anos ou mais;
Pessoas com 60 anos ou mais, que vivem em instituições de longa permanência, asilos ou instituições psiquiátricas;
Indígenas, aldeados, povos de comunidades ribeirinhas.




O prefeito detalhou que a capital pode aplicar 100 mil doses por dia e que tem material para a vacinação, assim como os locais de armazenamento.


"Temos a capacidade para atender universo de 100 mil pessoas por dia. Dispomos dos freezers, veículos para distribuição nas unidades de saúde, além de mais de um milhão de seringas e agulhas para aplicação”, afirmou Bruno Reis.


A prefeitura destacou que a vacinação será feita em 9 drive-trhus, 23 centros de vacinação e 73 institutos de longa permanência, além de asilos.


A imunização também será aplicada em instituições hospitalares, nas pessoas que fazem parte dos grupos iniciais de vacinação e estiverem hospitalizadas, bem como nos domicílios, nos casos de pessoas acamadas na mesma situação. Pessoas em situação de rua também serão vacinadas.

G1 Bahia