PARCEIROS

Sindicombustíveis afirma que abastecimento está ameaçado na Bahia




A parada técnica para manutenção de unidades da Refinaria Landulpho Alves (RLAM) pode gerar problemas no abastecimento de combustíveis na Bahia. 

É nisso que acredita o Sindicato dos Revendedores de Combustíveis do Estado (Sindicombustíveis). De acordo com o sindicato, até o próximo sábado o estoque pode zerar.

Presidente do Sindicato, Walter Tannus Freitas afirmou que a previsão de regularização do problema na RLAM é até o próximo sábado (22). 

A parada técnica para manutenção é um evento calendarizado na RLAM e paralisa as atividades de produção para que os equipamentos recebam cuidados.

A preocupação de Tannus é haver algum tipo de contratempo na parada, o que pode gerar um comprometimento no abastecimento dos combustíveis.

“O problema da refinaria está no bombeio da gasolina, do diesel S10 e diesel S500 para as distribuidoras. 

Com a previsão de parada até sábado, existe o risco porque a capacidade de estoque dos postos é de dois dias”, explica.

Segundo o sindicombustíveis, a RLAM já vem operando, desde 2017, com reduzido efetivo operacional em consequência da decisão da Petrobrás de implantar o O&M (Organização e Método).

Procurada, a Petrobras afirmou que não há risco de desabastecimento e todo o cronograma da parada técnica de manutenção da RLAM está sendo cumprido. 

Segundo a empresa, paradas programadas de manutenção em unidades de refino estão no escopo do planejamento da companhia e são parte da rotina de qualquer atividade industrial.

Em nota, a Petrobras afirmou que considera o plano de paradas de suas unidades de produção, possibilitando ações antecipadas para adequação de estoques e tomada de ação e, no caso específico da Refinaria Landulpho Alves (RLAM), a situação é motivada por parada programada para manutenção de alguns equipamentos.

Ainda em nota, também afirmou que existe uma limitação de oferta local momentânea, mas garantiu cumprir os compromissos contratuais com seus Clientes e disponibilizará combustível em outros polos de venda da Companhia, não havendo risco de desabastecimento.



Fonte: Correio

Blogdo Paulo de Souza.

Nenhum comentário

Deixe aqui seu comentário.

Observação: Você é responsável pelo seu comentário.


Compartilhe o Blog: Paulodesouza.digital